Faleceu o Sr. Padre José Arieiro

      O Padre José Borlido de Carvalho Arieiro nasceu em Nogueira, concelho de Viana do Castelo, em 28 de junho de 1931. Fez o Curso de Humanidades, Filosofia e Teologia dos Seminários Diocesanos de Braga, de 1942 a 1954. Foi ordenado Sacerdote a 15 de agosto de 1954, tendo sido Pároco desde 16 de outubro do mesmo ano. Foi ainda Professor de Educação Moral, Geografia e História de 1961 a 1988; Juiz da Irmandade de Nossa Senhora da Peneda de 1962 a 1974; Sócio-fundador da sociedade do ensino arcuense, em 1963; Vereador da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, de 1964 a 1967 e Presidente substituto neste último ano; Diretor do Externato Liceal Arcuense de 1967 a 1972; Vice-Reitor do Liceu Nacional de Viana do Castelo na secção de Arcos de Valdevez em 1973; Presidente da Comissão de Gestão da Escola Secundária de Arcos de Valdez de 1975 a 1978 e Secretário do Conselho Diretivo da mesma escola de 1978 a 1986. De julho de 1970 a julho de 1994 foi Presidente da Direção da Rádio Valdevez.
      Foi ainda fundador da Residência Santo André, em 1993, com 55 camas para Idosos e Dependentes, Centro de Dia e Apoio Domiciliário; fundador do Cantinho Alegre com Creche, Pré-Primária e ATL; Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Arcos de Valdevez de 1964 a 1967; de 1980 a 1983; de 1995 a 1998; 1999 a 2001 e de 2001 a 2004.
      A 11 de julho de 2004, a Câmara Municipal de Arcos de Valdevez atribui a Medalha de Honra do Concelho, que foi entregue pelo Governador Civil, em sessão pública. Em 15 de agosto de 2004, a União das Misericórdias atribuiu a Medalha de Mérito e Dedicação, pelos relevantes serviços prestados às Misericórdias Portuguesas. A 26 de maio de 2017, recebeu a medalha comemorativa do Centenário das Aparições de Nª Sª da Paz como forma de agradecimento e louvor pelo trabalho efetuado ao longo dos anos em prol do Santuário de Nossa Senhora da Paz.
      A 11 de setembro de 2016 deixa a paroquialidade da Paróquia de Santo André de Guilhadeses, continuando a colaborar com toda a disponibilidade com os seus sucessores. Na manhã de 14 de outubro de 2017, partiu para junto de Deus. As exéquias do Sr. Pe. José Arieiro realizaram-se na terça-feira, dia 17 de outubro, às 15.30h, em Guilhadeses. Depois, o corpo seguiu para Nogueira, sua terra natal, onde houve Eucaristia e foi sepultado.